Empreendedorismo

Sebrae e Seaster fecham parceria para capacitar PCD em empreendedorismo

Foco é preparar técnicos para realizar atividades de incentivo ao empreendedorismo com esse público

Vinte e três técnicos da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) foram capacitados para   atuar na área de empreendedorismo para Pessoas Com Deficiência (PCD). As ações foram realizadas em parceria com o Sebrae e as ações foram realizadas por meio do Centro Integrado de Inclusão e Cidadania da Pessoa com Deficiência (CIIC). O curso ‘Crescendo e Empreendendo’ foi um dos cursos ofertados, que reuniu 58 participantes, que receberão os certificados no próximo mês.

“Nossa expectativa é de que o curso seja um diferencial para esses jovens, porque o empreendedorismo é uma via alternativa de inclusão social, e isso é o que todos aqui vieram buscar”, destacou Isabelle Eleres, coordenadora estadual do Programa de Educação Empreendedora.

Já a titular da Seaster, Ana Cunha, reforçou a importância de se trabalhar esta parceria para ampliar as possibilidades desse público na conquista de um emprego e renda fixa. “Sabemos que o mercado de trabalho tem se tornado cada vez mais competitivo e exigente, ainda mais para quem possui alguma limitação. Por isso, a Seaster, junto com o Sebrae, tem buscado impulsionar esses jovens, qualificando-os tanto para serem absorvidos como mão de obra, quanto para abrirem seus próprios negócios”, enfatizou Cunha.

“Temos alunos aqui com todo tipo de deficiência, como cadeirantes e pessoas com déficit de atenção. Por isso, temos material didático em braile, fruto de parceria com o Centur, e monitores que estarão o tempo todo auxiliando os alunos”, informou a responsável por buscar a parceria entre os órgãos, Virgínia Moraes, terapeuta ocupacional da Seaster.

Raimundo Sales, presidente da Associação de Cegos do Pará (Ascepa), encontrou no curso uma oportunidade de multiplicar o conhecimento dentro da instituição. “Achei muito interessante, pois esse curso vai abrir portas que eu ainda não conheço, como financiamento e como chegar até ele. Além disso, vou poder ajudar outros cegos a desenvolver o pensamento empreendedor, pois a maioria vive do Benefício de Prestação Continuada (BPC), mas eu gostaria de desenvolver um programa na instituição que melhorasse a renda dessas pessoas”, ressaltou.

 

Com informações da Ascom Seaster

Mais informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

(91) 31819136

(91) 31819137

(91) 31819138

(91) 31819140

Para empreendedores:

Central de Relacionamento Sebrae
0800 570 0800