internacionalização

Empresários participam de curso sobre financiamento às exportações

Evento promovido pelo Sebrae e Centro Internacional de Negócios foi voltado para donos de pequenos negócios

Programação no auditório do SebraeDonos de micro e pequenas empresas paraenses participaram ontem (15), no auditório do Sebrae no Pará, do o curso "Mecanismos de Financiamento às Exportações", promovido pela instituição e pelo Centro Internacional de Negócios (CIN), vinculado à Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa). A intenção é promover alternativas para que empresários, de diversos setores da economia, tenham oportunidade de ampliar a comercialização de seus produtos no mercado internacional.

Durante a programação, eles puderam trocaram experiências com relação ao mercado, linhas de acesso a crédito e todo o processo exportador para intensificar a participação no comércio exterior.

Segundo Floriano Kruly, o instrutor do cursos e consultor comercial exportador, estimular e fortalecer a comercialização com outros países é fundamental para que os pequenos negócios se estabeleçam de forma mais competitiva e gerem bons saldos à economia do estado.

"O Pará está entre os dez estados brasileiros mais exportadores do país. Nesse sentido, há que se levar em consideração a participação considerável das micro e pequenas empresas nesse processo, mas precisamos pensar em exportar produtos que agreguem valor, gerando renda e empregos no estado", explicou Kruly.

Uma das primeiras orientações para os empresários de pequenos negócios é conhecer todos os dispositivos de financiamento à exportação e as garantias, como se habilitar às linhas de crédito mais adequadas para que, dessa forma, estejam preparados para negociar com compradores internacionais. 

 Para a empresária Alina Figueiredo, é importante ampliar horizontes e ficar de olho nas oportunidades. "Estamos dando passos largos para nos capacitar para a exportação, porque é um quebra cabeça esse processo, São várias peças que a gente vai montando até o momento de fechar a venda com os compradores internacionais”, destaca a empresária do ramo da confeitaria, com produção de produtos à base de elementos da culinária da Amazônia, cookies e brownies de cupuaçu, castanha-do-Pará e a fabricação de geleias de pimenta de cheiro", frisou.

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae no Pará, Fabrizio Guaglianone, a internacionalização dos pequenos negócios é uma das prioridades da instituição para alavancar a geração dos negócios e a economia do estado.

"Nosso papel é fomentar o mercado internacional para as micro e pequenas empresas, uma vez que temos produtos atrativos e condições de nos lançarmos nesse mercado. Por esse motivo, os empresários precisam acompanhar as oportunidades de geração de negócios, por meio da internacionalização", disse Guaglianone.

 O gerente do Centro Internacional de Negócios (INC/Fiepa), Raul Tavares, destaca que o curso faz parte de uma parceria entre o Sebrae e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) com o intermédio da Rede CIN, dentro do projeto de Inserção Internacional Competitiva de Pequenos Negócios (Inseri) para 2017.

"O que nós fazemos é um trabalho de construção de ações e atividades para o amadurecimento do empresário nesse processo, trazemos especialistas de renome na área para ministrar esses treinamentos, enfim, há todo um acompanhamento para que eles estejam preparados e capacitados para atuarem no mercado internacional", finalizou o gerente. 

 

Mais informações:

Comunicação e Marketing do Sebrae no Pará

(91) 3181 9136

(91) 3181 9137

(91) 3181 9137

umc@pa.sebrae.com.br